♪♫ Todos afinados em uma só nota

Esso

Casa da Ribeira reúne hoje os bons do cenário local para oficializar a Rede Potiguar de Música

Pela primeira vez em décadas de movimento musical em Natal, músicos e grupos de artistas estão afinados em uma única nota harmônica. E hoje é data histórica para a categoria. A partir das 18h será lançada oficialmente a Rede Potiguar de Música (RPM), na Casa da Ribeira. A programação inclui oito pocket-shows com compositores e grupos musicais associados à Rede (veja programação no fim da matéria). O acesso é gratuito.

O movimento conciliador entre inúmeras problemáticas que aflingem a cadeia de música potiguar tem reunido dezenas de interessados no assunto desde dezembro de 2009. Os encontros regulares ganharam união, força e voz. Hoje já são mais de 100 integrantes, entre músicos, produtores culturais, jornalistas e interessados em fortalecer a cadeira produtiva da música no Rio Grande do Norte.

As atividades da RPM visam unificar ações, estimulando o fazer coletivo de forma organizada, solidária e programativa. As oficinas ministradas nos mais variados segmentos damúsica objetivam capacitar os membros da Rede na profissionalização do setor e levar integrantes a participarem e representarem o estado nas principais feiras de música espalhadas pelo país.

Um exemplo prático da força da RPM foi lembrado pelo produtor cultural da UFRN e um dos integrantes da Rede, Daniel Campos. Segundo ele, o movimento convidou representantes da Fundação José Augusto para uma reunião cuja pauta seria a discussão de alterações no edital de música Nubia Lafayette. "Eles compareceram, nos ouviram, expuseram a versão deles e a reunião foi produtiva. Um músico sozinho não teria esse poder", ressalta.

A data de hoje será simbólica para marcar o início das atividades da RPM. Na verdade, a Rede tem mobilizado o setor de música há alguns meses. Ações, eventos e reuniões mensais, sempre na primeira segunda-feira de cada mês, têm marcado a presença do movimento na mídia e no meio artístico. "A partir desta terça vamos expor nossas definições e ações mais concretas", enfatizou Daniel.

Catálogo

Daniel explica que a Rede buscou apoio gerencial da Agência Cultural do Sebrae para melhor dirigência das ações da RPM. O Sebrae também cedeu o auditório para reuniões dos grupos de trabalho. Esses grupos - divididos em política pública, eventos, capacitação e comunicação e marketing - se reúnem isoladamente e expõem o resultado dos encontros na reunião mensal da Rede.

"As reuniões são abertas a qualquer interessado. Mas formamos uma rede de comunicação na internet onde só é adicionado quem participar regularmente das reuniões". Daniel chama atenção para benefícios aos integrantes da Rede. Um catálogo dos músicos potiguares será elaborado ainda este ano para ser distribuído em mídias do país. Há possibilidade de o material impresso vir acomplado a um CD com duas músicas de cada integrante da Rede.

* Fonte: Diário de Natal - 04/mai/2010
Repórter: Sérgio Vilar

Nenhum comentário:

Postar um comentário