♪♫ Orquestra Boca Seca

Orquestra Boca Seca
[Natal RN]

INGREDIENTES
Toneladas de Samba
Generosas doses de Rock
Filés suculentos de Funk
Pitadas de Reggae Roots, Molho Dub e Soul a gosto

MODO DE PREPARO
Em uma panela funda de barro, junte todos os ingredientes e refogue com azeite, Pink Floyd, Ray Charles e Led Zeppelin e the beatles. Mantenha o fogo alto e acrescente Tim Maia, Roberto Carlos, Chico Science e Gerson King Combo. Continue mexendo sempre em movimentos contínuos e sinuosos até atingir o ponto - você vai saber quando chegar a hora certa! Em seguida misture aos poucos Jorge Ben, Mundo Livre e Mutantes, polvilhe com Groove e especiarias potiguares: General Junkie, Brigitte Beréu, Sangueblues entre outros sabores do Coletivo Records. Leve ao forno pré-aquecido pelo tempo que for necessário!

Sirva quente e em doses cavalares, pois a receita acompanha qualquer ocasião e não há registros científicos de super dosagem ou contra-indicações. O suingue da Orquestra Boca Seca causa efeitos diversos em pessoas com tendências a diversão crônica, ataques incontroláveis de alto astral e desejos lícitos de bons momentos dançantes.

Atacando incautos com pedradas sonoras como “Animal” e “Não sei se você sabe” (escolhida como tema do primeiro vídeo clipe da banda), sambinhas modernosos do naipe de “Dando um Tempo” ou a blueseira “Deus e o Diabo na Cidade do Sol”, o quinteto formado por Fabão Rocha (guitarra e voz), Clara Pinheiro (voz), Jordan Santiago (baixo), Rafael Cabeleira (guitarra) e Pablo Jorge (bateria) está pronto para cair na estrada e no paladar daqueles que gostam de ‘cantar-e-dançar junto’.

RETROSPECTIVA
O Boca Seca surgiu em 2003 entre um ensaio e outro da banda de reggae Moonganjah, quando o então tecladista Fabão Rocha dava seus primeiros passos como frontman. Sob influência da faceta mais suingada da Black Music, Fabão embarcou com alguns parceiros em busca da essência do legítimo samba-rock e nunca mais voltou...

Foi no ano de 2005, que a banda começou a fazer sua primeira temporada, no falecido fósforo bar, abrindo também o show de Los hermanos (RJ).

Em 2006 a banda faz uma pequena pausa de shows para a gravação e lançamento do seu primeiro EP com sete músicas próprias. O trabalho chamou atenção e o grupo foi indicado como Revelação no Prêmio Hangar de Música.

Entre 2006 e 2007 abriram shows de bandas nacionais como Los Hermanos, Paralamas do Sucesso, Nação Zumbi, Cordel do Fogo Encantado, Adão Negro (BA) e Eddie (PE). Também dividiram o palco com DuSouto (RN), Chico Correa & Eletronic Band (PB), Lado 2 Estéreo (PI), Macaco Bong (MT), Relespública (PR), Coletivo Rádio Cipó (PA), NêguEdmundo (RN) e Moonganjah (RN) e também a banda internacional Clã (Portugal).

Após participar dos Festivais Mada 2007 e MPBeco, a Orquestra se reorganiza em Power Trio e engrena de vez: passa a promover uma concorrida temporada no Espaço Cultural Calígula, Ribeira, e garantiu vaga no Festival Nordeste Independente – que aconteceu em março de 2008 no DoSol Rock Bar.

Já no ano de 2008, a orquestra vem com tudo e participam de festas mais populares, como o Carnaval Multicultural de Natal, Festa do Boi, festival da serra de São Bento. Abrem o show para o Pernambucano Otto, The brothers of Brazil (SP) em uma festa beneficente no asilo e também dividiram o palco com a banda Jamaicana The Gladiatores.

Na metade de 2008 é indicado como banda revelação do Prêmio Rock Potiguar, abriu temporada no Galpão 29, sempre com a casa lotada, foi no MPBeco (dessa vez como banda convidada), que a banda estréia sua nova formação, com Fábio Rocha (voz e guitarra), Clara Pinheiro (voz), Rafael Cabeleira (guitarra), Jordan Santiago (baixo), Pablo Jorge (bateria).

A banda entra 2009 com pé direito, fazendo o reveillon da praia de Pipa e temporadas nos bares de umas das praias mais badaladas do RN. Também participou como banda base dos tributos que foram sucesso de público: Chico Science, Tim Maia Racional e o Reis da Soul Music. Participa mais uma vez da calourada da UFRN e é contemplada com o edital Núbia Lafayete (da Fundação José Augusto) para gravação de seu primeiro CD oficial, que será gravado no estúdio DoSol e mixado no Megafone.

Grava seu primeiro vídeo release e na seqüência toca no Festival DoSol 2009 . Em dezembro do mesmo ano são convidados para tocar no projeto Coisa Fina em Fortaleza no Órbita Bar.

Para 2010 promete CD novo e shows fora do Estado. Foram considerados pelo site Agenda Potiguar como umas das melhores bandas do RN em 2009. Confirmaram presença no Baile Barulhinho junto com o Mundo Livre S/A e DJ Dolores, ambos de pernambuco. Se apresentaram no Carnaval multicultural de Natal 2010, nos pólos Alecrim e Rocas. Foram convidados a tocar no Festival Grito Rock etapa Recife, evento que acontece no mesmo dia em varias capitais do Brasil e da América Latina - agora é colocar o pé no mundo!

» Contato
  • coletivorecords@gmail.com
  • (84) 8715-3560 - Fábio Rocha
  • Rua Santo Antônio, 360 - Vila de Ponta Negra
» Links
» Vídeo

Nenhum comentário:

Postar um comentário